Vista Alegre

Cristal

processo cristal

Processo produtivo cristal atlantis

Para obter o cristal Atlantis são necessárias, em primeiro lugar, matérias-primas de elevada pureza. Areia, potassa e litargírio são os componentes principais da mistura que conferem as caraterísticas específicas do cristal: pureza, transparência, densidade e um brilho inexcedível.

Às excecionais qualidades das matérias-primas alia-se uma das técnicas mais avançadas na fusão do cristal, a fusão elétrica em forno contínuo, transformando a massa de vidro obtido da mistura das matérias-primas num dos cristais mais puros do mundo: o cristal Atlantis.

O saber acumulado de várias gerações de mestres vidreiros, organizados por obragens, dão forma à massa de vidro incandescente. Trabalhando a temperaturas próximas dos 1100 ºC, e utilizando ferramentas e moldes de madeira, alumínio ou aço, dão corpo aos mais variados produtos: copos, garrafas, jarros, saladeiras, centros de mesa, entre muitos outros. A sua experiência e saber determinam a espessura de cada peça, variando em função da força do sopro que lhes é infligido.

A ressonância, brilho, transparência e luminosidade, bem como o maior peso, são alguns dos elementos que distinguem o cristal Atlantis.