Vista Alegre

Eduardo Nery

Eduardo Nery (Figueira da Foz, 1938 – Lisboa, 2013) licenciou-se em Pintura, na Escola de Belas Artes de Lisboa, tendo efetuado uma breve passagem pelo Curso de Arquitetura, na mesma escola. Realizou a sua primeira exposição individual em 1964, na Sociedade Nacional de Bela Artes. Ao longo de um multifacetado percurso, Nery abrangeu uma grande diversidade de técnicas, da pintura ao azulejo, passando pela tapeçaria, vitral e fotografia, sendo porém a arte pública a componente mais notória da sua obra.

Nos seus projetos de arte pública no espaço urbano ou em edifícios foram utilizados os mais variados materiais, incluindo azulejo, vitral, tapeçaria e metal.

Entre as suas obras mais notáveis contam-se a fachada de azulejos da Fábrica de Cervejas da Vialonga, a estação e viadutos do Metro do Campo Grande, a sede e estação de tratamento de águas da EPAL na Asseiceira, a entrada sul da sede da CGD, a agência do BNU em Torres Vedras, o Palácio da Justiça em Setúbal, o Aeroporto de Macau, a fachada do Museu da Olaria de Barcelos e a escadaria da Avenida Infante Santo, em Lisboa.

Na pintura, a sua formação base, foi um dos principais autores da Op Art e da pintura geométrica abstrata em Portugal.

Diversas vezes premiado, o seu trabalho foi exposto em países como Espanha, Alemanha, Egito, Brasil e EUA e encontra-se representado no Everson Museum of Art, Nova Iorque, no Taipei Fine Arts Museum, Taiwan, no Gardiner Museum, Toronto, no Maihaugen Museum, Noruega, e em 22 museus portugueses, incluindo o Museu de Serralves, no Porto, o Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, o Museu Coleção Berardo e o Museu do Chiado, em Lisboa.

 

Ordenar Por

  • Posição
  • Alfabética: A - Z
  • Alfabética: Z - A
  • Preço: Crescente
  • Preço: Decrescente
  • Criado em
FILTRO

Filtrar por

Limpar filtros
de $ a $
 

Ordenar Por

  • Posição
  • Alfabética: A - Z
  • Alfabética: Z - A
  • Preço: Crescente
  • Preço: Decrescente
  • Criado em